Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

VIE EN ROSE

Desde 1989 a ver a vida em rosa.

26
Nov15

Cantam as nossas almas

No serviço onde trabalho, quando sabemos que um doente faz anos temos a possibilidade de pedir um bolo de aniversário para a hora de almoço. Um gesto simpático para aquelas pessoas que se encontram internadas durante um longo período de tempo, e para aqueles que nem sempre têm visitas, ou mesmo nenhumas. 

No mês passado, uma doente que lá se encontra há um longo período de tempo e a qual é bastante querida, celebrou os seus oitenta e seis anos, e obviamente que não quisemos deixar passar a data em branco.

Com o seu estado de saúde estabilizado em relação aos dias precedentes, convencemos a senhora a ir almoçar com os outros pacientes na sala de refeições, sob o pretexto de ser o seu aniversário e que lhe faria bem ver um pouco outras pessoas. Lá aceitou, sem suspeitar da surpresa que a aguardava.

Ao fim do almoço aparecemos com o bolo e cantamos-lhe os parabéns. Bastante surpreendida, a senhora acabou por largar lágrimas de emoção. E nós continuamos a cantar, tentando esconder a emoção que também sentimos naquele instante.

Um momento tão simples e fácil de proporcionar que preencheu o coração a todos! É tão fácil fazer os outros felizes e sentirmos essa felicidade simultaneamente, não é? ♥

13 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Eu disse sim

Coleccionando lugares

Paris sera toujours Paris

Leitura

Memórias