Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

VIE EN ROSE

Desde 1989 a ver a vida em rosa.

19
Ago15

Manter o contacto

No tempo dos nossos avós a comunicação à distância era feita essencialmente através de correio, visto que os telefones não estavam acessíveis a todos. Ora actualmente com a explosão que as novas tecnologias têm sido nos últimos anos, os hábitos das pessoas têm mudado radicalmente! E se achávamos que os nossos avós não iam acompanhar a evolução, enganamo-nos e muito. Agora a maioria já possui o seu próprio telemóvel, e mesmo não sabendo tirar partido de todas as suas funcionalidades, fazem o mais essencial: manter o contacto. E é por este motivo que eles não largam este pequeno objecto que se tornou valioso aos olhos deles. Pelo menos é assim que a minha avó o vê, e é assim que a maioria dos idosos que vou cuidando o vêem também!

Uma destas noites enquanto trabalhava, estava eu a ajudar uma senhora a instalar-se na cama e a chegar-lhe as coisas para mais perto dela, inclusive o dito telemóvel a seu pedido, e comentei com ela o seguinte: como era engraçado que antigamente viviam sem telefones e agora não vivem sem. A senhora lá se riu me dando razão mas disse que aquilo é o que lhe permitia não estar tão só actualmente, é o que lhe permitia manter o contacto.

Depois do que me disse reflecti e cheguei à seguinte conclusão: o melhor é largarmos um pouco os nossos telemóveis (aos quais andamos colados) enquanto podemos, e aproveitar ao máximo a companhia uns dos outros, porque um dia quando ficarmos velhos e ninguém quiser saber de nós vamos ter muito tempo para estar com o telemóvel...

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Eu disse sim

Coleccionando lugares

Paris sera toujours Paris

Leitura

Memórias