Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

VIE EN ROSE

Desde 1989 a ver a vida em rosa.

03
Jul16

Tour Eiffel & Muse

Na passada terça-feira voltamos ao Champ-de-Mars para a assistir a mais um concerto, desta vez os Muse! Era um concerto imperdível, ainda mais a acontecer num sítio tão mágico que é a Tour Eiffel. Confesso que nem era um concerto ao qual tencionava ir, mas depois de ter assistido ao concerto do David Guetta naquele sítio mágico, não resisti e lá convenci mais dois amigos que imediatamente alinharam!

Bilhetes comprados, restou-nos aguardar ansiosamente pelo dia do concerto. Uma espera que obviamente se fez ao som dos muitos êxitos da banda, para estarmos mais que preparados para o grande dia.

Finalmente o dia chegou, e a verdade é que a vontade de ir ao concerto me desapareceu por completo, pois nessa manhã tive um acidente de carro que me deixou logo desmotivada! Ainda assim tentei não pensar muito nisso para poder aproveitar ao máximo do espectáculo que nos esperava.

O concerto começou com os X-Ambassadors, a banda que canta o mais recente êxito Renegades. Apesar de não conhecer a maior parte das suas músicas, gostei bastante pois achei que o vocalista canta mesmo muito bem. 

Depois deste concerto que contou com um ambiente bastante tranquilo, chegou a hora de receber os Muse e de vibrar com as suas músicas. Foi um concerto onde deixamos a loucura nos invadir. Grande destaque para a música Starlight, um momento mágico com a minha amiga Joana, onde nos abraçamos durante a parte "Hold you in my arms, I just wanna to hold you in my arms!". Cantamos, dançamos, saltamos e fomos felizes! Um concerto aos pés da Tour Eiffel ganha outra dimensão, pois Paris sera toujours Paris!

IMG_20160629_001933.jpg

20160628_230027.jpg

20160703_000134.jpg

"I can't get these memories out of my mind!" ♥

2 comentários

Comentar post

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Eu disse sim

Coleccionando lugares

Paris sera toujours Paris

Leitura

Memórias